poesia, soneto

sobre a linha pontilhada

meio homem de aço rumo ao nirvana
mede-se calmamente os passos e o um-
bigo alheio mostra como o comum
senhor de si ameno o espírito emana
encosto a porta devagar e insana
a jovem voz ressoa por algum
estranho nome quando enfim nenhum
outro carro passa a escola profana
e oscilam fios loiros ao peito
à imagem dos sonhos sobre o leito
ruindo com um estrondo infernal
de gente gritos e luzes de um jeito
que o mais bem intencionado feito
se torna razão pra se crer no mal.

Padrão
poesia

a weekend at the Metropole

a areia por toda parte, e tua voz soprando por entre
os vãos da ilusão. água água água
grita o desespero. o tempo acabou,
criança, me diz sem palavras. e, surdo,
ouço a explosão pela primeira vez,
não mais que um murmúrio.
conte-me, novamente, sobre as rochas,
sobre o passado apagado entre meus dedos
estéreis, sobre nós e os deuses. conte-me
conte-me eternamente neste instante
conte-me.

Padrão
poesia

mnemônico

Forge my identity from the inside out

Bob Dylan


a lembrança é o teu sorriso triste.
vives nos olhos baixos, guardados por cílios crepusculares,
e não dizes nada,
pois não há nada que sua boca de amor ferido pode dizer,
tudo já foi dito, tudo já foi feito.
e para quê?
por 9 dias inventaste em teu semblante sem idade a imagem-sem-fim.
por 9 meses carregaste a pedra do altar das palavras, mas a pedra apenas.
e por toda a vida lembrarás, e te lembrarão,
das 9 infinitas vidas esculpidas… agora, com uma mão
mexes nos fios que a terra penteou demoradamente, com a outra
deitas a pintura de um rio a correr por seu corpo de maré inventada.
tens diante de ti a poesia, que é tudo.
fechas os olhos,
fechas.

Padrão
poesia

nunca mais

sob a sombra dos ciprestes
esquecidos nas molduras de cimento
um pássaro negro defeca
sobre teu futuro túmulo erguido.

em tua imaginada lápide cinza
um murmúrio incompleto
porque sincero
está prefigurado
há séculos
na pedra disforme.

somente tua palavra te levará adiante.

eis na encruzilhada
entre sonhos de primavera
e história
o continente perdido.

Padrão